Pesquisar este blog

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Thaís de Andrade



Nome: Thaís Helena Andrade Pereira dos Santos

Atividades: Atriz, radialista, escritora, roteirista e garota-propaganda

Áreas: Cinema, teatro, rádio e TV

Nascimento: 09/02/1957, São Paulo/SP

Óbito: 27/04/1996, São Paulo/SP

Causa óbito: Câncer linfático

Carreira: 1977-1994

Papel marcante: Renata, em "Locomotivas" (novela, 1977)

Outros créditos: Thais de Andrade, Taís de Andrade, Tais de Andrade, Thais Andrade, Thaís Andrade, Taís Andrade, ou Tais Andrade

Relacionamentos: Foi casada com o engenheiro civil e fotógrafo Walter Arthur Nogueira (1972-1980), três filhos: Paulo Arthur, Pedro e Veridiana. Namorou com o ator Cláudio Marzo (1980-1982).

Nota: Era sobrinha do cineasta Nelson Pereira dos Santos. Sofria de câncer linfático desde 1994. Nome da casada: Thaís Helena Nogueira.

5 comentários:

Anônimo disse...

THAIS DE ANDRADE TEM UMA FILHA CHAMADA VERIDIANA, MORA EM SP, E SE NÃO ME ENGANO É FORMADA NA ÁREA JURÍDICA. PARECÍDISSIMA COM A MÃE.
12 de abril de 2011 19:42
RONNY MILLET

Anônimo disse...

caro mário quero informar que thais faleceu em 1997 e não em 96, como vc citou.
12 de abril de 2011 19:44

MARIO GORDILHO disse...

Fonte da Revista ISTO É, de abril de 1996:

A atriz paulista Thaís de Andrade, que trabalhava no programa A praça é nossa, no SBT. Descoberta no programa Moacyr Franco Show, Thaís estreou na Rede Globo no final dos anos 70 na novela Locomotivas. Atuou também nas novelas Chega mais, Pai herói e Jogo do amor. Thaís, que foi casada com o ator Cláudio Marzo, descobriu que estava doente em 1994. Em São Paulo, aos 38 anos, de câncer no pulmão. Na sexta-feira 26

Pheli disse...

Linda e talentosa atriz. Eu vi no Youtube cenas dela em ''Locomotivas'' (Globo, 1977), ''A Justiça de Deus'' (SBT, 1983) onde ela interpretou a mimada Adriana, que fazia par romântico com Dr.Jorge, vivido pelo Fausto Rocha Jr. Também vi ela em trechos da novela ''Vida Roubada'' (SBT, 1983-1984) onde ela interpretou Nely, irmã do Dr.Alfredo, vivido pelo Mário Cardoso. Onde quer que ela esteja, que Deus a abençoe e ela sempre viverá :)

Anônimo disse...

Deus te guarde guerreira